Ações Afirmativas e Cursinhos Populares: Uma Discriminação Positiva

Por Priscila Koehler
Editora Cativa

Profº Drº Penildo Silva

Profº Drº Penildo Silva

Nem mesmo o atraso para o início da palestra “Ações afirmativas e cursinhos populares” esfriou a discussão sobre políticas de cotas e desigualdade social, realizada no auditório 2 do IE, na segunda noite de atividades do 24h de Cultura. “Ao estabelecer a igualdade formal dos indivíduos perante a lei, apenas se está reproduzindo a desigualdade. A ‘discriminação’ positiva [políticas afirmativas] é uma alternativa para corrigir essa intensa realidade de desigualdade historicamente estabelecida na sociedade brasileira”, provocou o professor durante sua exposição no III Seminário Local do Conexões de Saberes.

Após fazer um breve histórico sobre a desigualdade social brasileira, o Prof. Penildon destacou a importância da atuação dos movimentos sociais para estimular a sociedade a participar mais efetivamente de atividades que tentem reverter essa situação de disparidade. “É preciso políticas de intervenção social para modificar essas distorções historicamente construídas. Estado e sociedade devem se unir para tentar controlarem essas diversidades que o mercado não corrige”, concluiu.

Então é isso aí gente, estamos no caminho certo!